Projeto

Nostal'dosismo

Luciano Sena Dos Anjos
Arrekadante

Luciano Sena Dos Anjos

Denunciar

Arrekadados
R$ 30,00
Objetivo
R$ 7.000,00
fechado
Finalizou em 02/08/2017
Vaquinha Online -Projeto - Foto de capa do Luciano Sena Dos Anjos
Objetivo R$ 7.000,00
0%



Nostal'Dosismo é uma Antologia Poética composta por cerca de 130 textos autorais. Sendo eles: Poemos, poesias, reflexões e autoajuda. Abaixo, deixo o texto que leva o mesmo título da Antologia. Nostal’dosismo A vida é mesmo “desafiante”, “emocionante” e em muitas vezes “paradoxal” em sua incumbência de pregar-nos peças na arte que é viver. Nem todos chegarão ao final dessa “encenação”, em muitos momentos alguns não conseguem sequer passar da primeira cena contracenada e têm o seu papel tirado ou mudado. Outros até conseguem atingir certa distancia na carreira da “peça da vida”, sabendo lidar com os imprevistos e saindo-se muito bem no papel de ator da peça que não acaba nunca. Engraçado como em muitas vezes precisamos nos moldar diante de diferentes momentos vividos por nós, não obstante saibamos que, além dos que já vivemos, ainda protagonizaremos tantos outros que cravar-se-ão no âmago de “nosso ser”. Quem nunca se propôs a viver numa situação, ou um personagem até então desconhecido? E diante de tudo isso, gozar do uso de um dos símbolos mais importantes pertencentes ao teatro: o uso de máscaras, num jogo onde às vezes desconhecemos até mesmo quem contracena junto conosco. Corriqueiramente até encontramos pessoas que fizeram das máscaras parte integrante de si mesmo, de forma que a personagem ficara tão intrínseca à imagem da sua pessoa, que se torna difícil a real percepção de quem é ela, quando está falando ou fazendo algo. A peça segue, mesmo diante dos percalços e intempéries da vida, a peça segue, freneticamente, sem dar-nos a oportunidade de parar o tempo para mudarmos alguma coisa. Hoje mi’ alma reclama por um sentimento de nostalgia, trazendo em meus pensamentos, momentos de outrora que se enraizaram nas mais profundas raízes da minha memória. Quantas pessoas saíram da “peça” sem que eu percebesse, ou de quantas peças sair, sem ao menos despedir-me de quem contracenava comigo. Há um “saudosista” dentro de nós, que a todo o momento tenta enlouquecidamente irromper a barreira imposta pela saudade, se esbarrando na linda tênue do decurso do tempo, chamada presente. Quantos papéis a vida nos arrancara a força, e quantas tantas pessoas que até iniciaram a peça conosco, tomaram a caneta da mão do autor e decidiram escrever seus próprios finais? É quando, nesses momentos de Nostal’dosismo inesperados que vivemos, nos deparamos com a mais verdadeira regra de toda essa peça que contracenamos: Por mais que a peça nunca acabe, as cortinas irão se fechar para algumas pessoas, quer seja pela tomada de papéis, quer seja pela desistência em continuar contracenando juntos. A vida é como uma peça de teatro, muitos até contracenam lindas cenas juntos, mas, depois cada um segue seu rumo como se nunca tivessem se visto, sendo cada um, protagonista de suas próprias histórias. Autor: Luciano Sena Brasília, 18-05-2016 Todos os direitos autorais ficam restritos ao autor, não copiem sem a permissão do mesmo.

Ultimas Contribuições

  • Mariane Araújo

    Mariane Araújo

    03/05/2017

    Deus é contigo! Espero que consiga realizar seu sonho. A contribuição é pouca, mas é de coração. Mariane Araújo