Doações

Ajude-me A Recomeçar Sem A Minha Mãe.

Emmanuelle Rodrigues De Lima
Arrekadante

Emmanuelle Rodrigues De Lima

Denunciar

Arrekadados
R$ 0,00
Objetivo
R$ 100.000,00
fechado
Finalizou em 02/05/2015
Vaquinha Online -Doações - Foto de capa do Emmanuelle Rodrigues De Lima
Objetivo R$ 100.000,00
0%



O dia 25 de julho deste ano foi o dia mais triste de toda minha vida. Às 06h20 perdi a única pessoa que verdadeiramente me amou e que sei que continua me amando, nO Lar Celeste onde está. 
Minha Tão Amada Mãezinha faleceu do maldito câncer de pâncreas, o mesmo que ceifou a vida da Marly Maley neste mesmo ano, no dia 10 de janeiro de 14. O ator Patrick Swayze, astro do filme Ghost e que todos nós gostamos tanto, também faleceu desta sorrateira enfermidade no dia 14.09.09.

Quando eu vi pela televisão a notícia da morte desses dois atores vitimados por esta trágica doença eu jamais poderia imaginar que o mesmo ocorria com Mamãe, uma mulher Boa à toda prova, uma Santa Mulher, uma Mulher Respeitosa e Temerosa a DEUS. Assim como Marly Marley, Minha Tão Querida Mamãe morreu após um mês de descoberta a doença.

Era ela quem me ajudava em tudo, tudo. Desempregada, era ela quem pagava todas as minhas contas, todas, inclusive condomínio, água. Ela era quem colocava comida em minha mesa. Antes de ela falecer, bem antes, nós já vínhamos pensando em eu tirar a carteira profissional de motorista ( pois a que tenho é de amador ) e vir a ter uma Van Escolar como fonte de renda e de emprego.

Pesquisei e descobri que o Fiat Ducato está custando em torno de oitenta mil reais. E fiz os cálculos pensando em emplacamento, é preciso se fazer um Registro na Junta Comercial da cidade, um outro registro na Secretaria da Receita Federal que me dará um CNPJ, mais na Secretaria da Fazenda e outro junto ao Governo do Estado. Também registrar o veículo como escolar junto ao Detran, seguro, há um curso específico para poder se dirigir uma van escolar, adesivos no carro, olha as despesas são muitas. Por isto calculei este montante de cem mil reais para me ajudar a recomeçar sem a Pessoa que Mais Amo nesta vida e que mais Me Ama. A recomeçar sem ela fisicamente, mas Eternamente com Ela ao meu Coração. Não se passa um só segundo sem que eu esteja com Ela no meu pensamento.

 

Quando eu tinha dinheiro era eu quem ajudava, já ajudei a tantas pessoas, animais. Quando podia ajudava, por exemplo, aos Médicos Sem Fronteiras. Já saí inúmeras e inúmeras vezes de madrugada carregando água e comida para dar aos cães famintos que são, infelizmente, abandonados por nossos dessemelhantes. Alías, falando nisto, a razão de eu querer ter uma Van Escolar é justamente um cãozinho que tenho, o qual eu o recolhi muito doente das ruas, havia um saco de pus sobre os olhos, seu pênis sangrava. Quando eu o encontrei, ele ia ser atropelado por uma kombi, eu entrei na frente para isto não ocorrer. E pensei comigo mesma, um cão tão bonitinho abandonado. Ele vinha andando completamente desorientado pela rua. Neste dia, eu estava indo vacinar contra a rubéola, acabou que eu nunca vacinei. Após impedir que ele fosse atropelado, eu segui meu rumo, pois ele veio atrás de mim dando cambalhotas, fazendo todo o tipo de gracinha e piruetas. E foi assim até que eu vi que ele iria passar por debaixo da catraca do metrô para ir atrás de mim, eu decidi, naquele momento, a voltar. Lá veio ele me acompanhando. Orei aO SENHOR e Lhe pedi que se fosse de Sua Augusta Vontade que eu adotasse aquele pobre cachorrinho que me desse que ele me acompanhasse até a porta de meu lar. E, assim foi. Abri o portão da garagem, ele parecia que já conhecia tudo pois entrou na maior. Abri a porta da escada de incêndio, ele subiu como um raio. E quando abri a porta de casa, ele entrou.

Saí, comprei ração para ele. Jamais vou me esquecer do olhar que ele me deu, de profunda gratidão. Comeu e bebeu muita água, estava exausto, extremamente faminto e sedento. Na noite deste dia, choveu copiosamente e fez muito, muito frio. Liguei para uma veterinária, conversei com ela, disse-me que não o deixasse sentir frio. Peguei um edredon velhinho, fiz uma caminha muito fofinha para ele e o coloquei para dormir ao lado da minah cama. de madrugada quando acordei, ele estava sentadinho me olhando, mas me olhando com um olhar tão sincero de Amor e de Gratidão.

Dei-lhe o nome de Joaquim, pois significa enviado por DEUS. Ao revelar-lhe seu Nome, ele me olhou como quem diz, é este o meu Nome !!!

Só que Joaquim sofre de cistite crônica e precisa comer uma ração caríssima e só pode ser esta ração. Mas, não pára aí. Quem dera parasse aí. Simplesmente ele não pode ficar sozinho de jeito nenhum !!!  Pois ele late o tempo todo e sem parar, joga-se contra a porta de entrada quando eu chego o chão está todo ensanguentado, ele aprendeu a abrir a janela e anda no parapeito !!!  De modo que como não tenho ninguém, a única pessoa que eu tinha ela se foi, eu preciso arrumar uma fonte de renda em que eu possa levá-lo comigo.

Irei levá-lo na frente comigo, em sua jaulinha. Esta eu já tenho.

Eu estou em uma situação extremamente delicada na qual estou sem ter a quem recorrer, sem ninguém, ninguém. Por caridade, ajude-me. Ajuede-me, eu lhe suplico e deito ao seus pés a minha Profunda Gratidão. Eu preciso de tudo, inclusive de ajuda da experiência de alguém que já tenha van escolar para me auxiliar a escolher rotas, escolas etc.

Eu coloquei como encerramento desta campanha de doações o dia em que Minha Tão Amada Mãezinha completaria 72 anos de idade. Além da triste ausência dela a extrema escassez de recursos e dificuldade material. Por isto, peço do fundo do meu humilde coração que me ajude. Por Amor a Deus que a tudo criou e é Santo.

Com Amor,

Emmanuelle.

Meu album

  • Doações
  • Doações

Ultimas Contribuições

  • Nenhuma contribuição